Isabela do Lago

Minha foto
Belém, Pará - Amazônia, Brazil
A natureza da coisa arte em minha trajetória ocupou lugar no que se diz opção profissional, nem sei dizer nada a respeito de vocação pois nunca ouvi o tal "chamado". Por toda a minha vida tenho cercado o ato de produzir imagens, sejam elas desenhadas, pintadas, fotografadas, filmadas, dançadas, cantadas ou aquelas que figuram mundos internos nas almas imersas em situações nada concretas, a realidade vem a partir da leitura de quem se presta ao ato existir. Intuição, paixão e o nada me tocam neste viver o sentimento criativo desde que sinto coisas que não vejo e procuro transformá-las em algo visível e para que isto aconteça vivencio a criação no momento dela - e depois a esqueço.

sábado, 31 de outubro de 2009

A lua de hoje



A lua acabou de chegar aqui em casa

dizendo que a noite será longa


Acendeu uma luz amarela de verão sobre o palco onde caíam vasos e gentes vazias,

A platéia que se encontrava numa doce penumbra

Subitamente se acendeu em luzes lilases atirando todo o tipo de lixo ao palco

A lua se fez de gente para pedir silêncio

O espetáculo começou

E os ratos cagaram sobre os vasos quebrados no centro de cena

Nem a platéia que estava ali para assistir ao espetáculo percebeu

Porque faziam barulho demais

Lilás: Temperança, arcano 17, misturando vermelho e azul na proporção de 1:2 em cotas de matemática intuitiva.

O silêncio pode limpar o espírito aflito

Silêncio


Isabela do Lago

3 comentários:

  1. Luísa Escher Furtado5 de novembro de 2009 07:57

    Isabela, que texto lindo, quantas vezes na vida tudo que preciso é que a lua peça silêncio, hehe.
    Mais lindo que o texto é a pintura, lindaaaaaaa, ou melhor, Bela.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Bela a tua poesia e tua arte!

    Cheia de significados e vivências.

    Não se deixe esmorecer nunca, e nesta vida o que queremos pode demorar um pouco, mas confio que há sempre caminhos para chegarmos lá!
    bjos.

    ResponderExcluir
  3. SE eu fosse mulher... queria ser Isabela do Lago

    ResponderExcluir